Felicidade Relacionamentos

5 mitos sobre a casais felizes (e por que eles são falsos)

5 mitos sobre a casais felizes (e por que eles são falsos)
As relações saudáveis também são feitas de conflitos, mas também de muita vontade de entender e perdoar um ao outro. Conheça alguns mitos sobre casais felizes e por que eles são falsos.

Casais felizes não vivem uma relação onde é sempre rosas e chocolates. Na verdade, as coisas por vezes  podem ficar confusas e complicadas. Desistir da noção de contos de fadas, contudo, não significa que você ficará constantemente consternado quando a inevitável realidade do amor se mostrar diferente daquela sua fantasia internalizada.

Por exemplo, considere estes 5 mitos sobre casais felizes:

Mito: Casais felizes querem fazer sexo o tempo todo.
Fato: Eles não querem fazer sexo o tempo todo, mas eles preparam-se para o sexo.

A realidade é que os sentimentos muito quentes no início de um romance, eventualmente, diminuem, simplesmente porque a familiaridade torna-o morno. É inevitável que seu parceiro não pareça tão novo e excitante para você em algum ponto. Isso significa que você provavelmente não sente o desejo constante de sexo, como no início. O que não significa é que você vá parar de fazer sexo e que você já não tenha emocionantes momentos sexualmente calorosos juntos. Casais saudáveis trabalham para ter relações sexuais, mesmo quando o desejo inicial está ausente. Preparando-se e fazer sexo mantém os casais ligados em mais maneiras do que simplesmente interagindo em torno das tarefas, planos e logística de vida. Mas a qualidade é o que é importante, não a quantidade. Você não precisa fazer sexo o tempo todo para ter um relacionamento saudável. Sentindo-se sobrecarregado por demandas sexuais do seu parceiro também é problemático. Casais saudáveis mantém uma boa vida sexual equilibrada onde a qualidade e mutualidade supera frequência.

Mito: Casais felizes não brigam.
Fato: Eles brigam, mas também perdoam.

Então, muitas vezes ouvimos a sabedoria popular defender que os casais “nunca devem ir para a cama com raiva”, e os casais aparentemente felizes gostam de se vangloriar: “Nós nunca brigamos!” No entanto, eu não posso te dizer quantas vezes eu ouvi um adolescente dizer quão confusa que estava porque os seus pais divorciados nunca brigaram. As discussões e os conflitos são partes normais de relacionamentos íntimos. Se isso nunca acontece na sua união, então vocês não são dois seres distintos. Amordacem-se e vocês podem, eventualmente, descobrir que um de vocês se torna claustrofóbico no relacionamento. Casais felizes brigam, mas eles ficam felizes usando ferramentas para trabalhar através de seus conflitos. Mais importante, eles têm habilidades para acalmar um ao outro e fazer o outro se sentir melhor e mais seguro.

Mito: Casais felizes dizem tudo um ao outro e gostam de fazer as mesmas coisas.
Fato: Casais felizes têm uma vida separada, fora do seu relacionamento.

É um mito absoluto que casais felizes compartilham todos os detalhes de sua existência e fazem todas as mesmas atividades juntos. Na verdade, compartilhar tudo pode conduzir a uma menor intimidade; você pode começar a sentir como terapeuta do seu parceiro e não seu amante. Ou se você fizer tudo junto, você pode começar a sentir como se o seu parceiro fosse uma extensão de você, não uma pessoa separada. Casais felizes têm várias maneiras de se sentir apoiado e desfrutar de suas vidas. Eles não podem desfrutar dos mesmos interesses e atividades específicas, mas eles concordam em tentar coisas novas juntos. Eles entram nos interesses uns dos outros e, ao mesmo tempo, apoiam-se mutuamente na prossecução dos seus próprios objectivos distintos. Mesmo se não é um passatempo tradicional, casais felizes têm maneiras de aproveitar o tempo juntos: Poderia ser algo tão simples como apenas assistir reality show na TV no sofá.

Mito: Casais felizes amam incondicionalmente.
Fato: A tensão e desafio estão sempre presentes.

Casais felizes não são casais complacentes. Eles nem sempre dizem: “Eu amo tudo sobre você e eu amo tudo que você faz!” Há uma tensão entre aceitar totalmente seu parceiro como é, mas permitir o crescimento e a mudança. O que é a vida sem crescimento e mudança? Para casais felizes, a tensão entre essas polaridades significa que amor incondicional nem sempre é possível. Ao mesmo tempo, a tensão entre o que somos e o que estamos nos tornando, significa que a relação permanece vital, não estagnada.

Mito: Casais são inteiramente emocionalmente saudáveis.
Fato: Todo mundo tem problemas.

Muitas vezes as pessoas dizem que se sentem “loucas” ou “estranhas” por causa de qualquer problema que estejam enfrentando. A maioria das pessoas lutam com alguma coisa. A pergunta é: Você está ciente de com o que você luta? Você pode reconhecê-lo para si mesmo e para o seu parceiro, e ele pode fazer o mesmo? Casais felizes reconhecem suas próprias falhas e podem até rir sobre suas fraquezas ao longo do tempo. Se um membro da relação não tem capacidade de admitir culpa, pedir desculpas, perdoar, ou mantenha-se responsável, é quando as relações se tornam presas e, eventualmente, tóxicas.

Se você se encontra muitas vezes frustrado porque seu relacionamento não está mais perto de “perfeito” ou que você e seu parceiro não estão mais apaixonados um pelo outro e no cultivo de seu tempo juntos, considere que seu relacionamento pode ser mais “normal” do que você reconhece.


Traduzido e adaptado do site Psychology Today – 5 Myths About Happy Couples (and Why They’re False)


Este site tem como Valor fundamental o Respeito pela Propriedade Intelectual!

Queremos fazer o melhor para você. Deixe aqui a sua avaliação do nosso conteúdo!

Sobre o autor

Author Image

Marta Leite

Life and Business Coach - Harmonia Pessoal

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: