Autoaceitação Autoestima e Autoconfiança

As 6 melhores dicas para lidar com as críticas

Author Image
Escrito por Marta Leite
Ninguém gosta de críticas, mas alguns de nós somos particularmente sensíveis a ela. Para os perfeccionistas, a crítica os faz sentir como se suas falhas estivessem sendo expostas. Você trabalha tão duro para escondê-las, que é extremamente doloroso trazê-las à luz.

“Há apenas uma maneira de evitar críticas: não fazer nada, não dizer nada, e não ser nada.” —Aristóteles

Você costuma levar as críticas que recebe para o lado pessoal? Se o seu chefe lhe diz para ficar quieto durante uma reunião, você já começa a achar que ele está a lhe perseguir? Estraga o seu dia quando alguém lhe olha com um ar crítico quando o seu filho faz uma birra? Você se sente como um falhado quando um cliente rejeita a sua proposta?

Como você reage à críticas? Algumas pessoas parecem ser capazes de minimizá-las. Outras podem internalizar a crítica e acreditam profundamente que é a verdade. Você pode chorar ou se sentir inútil. Como resultado, você pode ter menos chances e “jogar pelo seguro”. Alguns martirizam-se. Você pode até mesmo ser altamente crítico dos outros.

A crítica é um fato da vida. Se nós vamos fazer alguma coisa, estamos sujeitos a críticas.

Obviamente, nunca mais dizer ou fazer qualquer coisa não parece ser uma boa estratégia para lidar com a crítica. Tudo envolve algum risco. E com o risco, vem a possibilidade de que outros irão desaprovar ou não gostar do que fazemos.

Já que não podemos evitar críticas, precisamos aprender a lidar com elas.

Como lidar com a crítica:
  1. Considere a fonte. Você valoriza a opinião do crítico? Será que essa pessoa tem um padrão de ser útil ou prejudicial? A crítica de um membro próximo da família deve ter mais peso do que a crítica de um estranho anônimo.
  2. Que tipo de crítica é? Algumas críticas são simplesmente opinião. Outras formas de críticas são construtivas. A crítica construtiva não é um ataque pessoal. Deve ser útil e movê-lo para a melhoria. Não deve desmoralizar você.
  3. Tenha uma atitude de crescimento. Esteja aberto para aprender e mudar. Em vez de se concentrar no negativo, aproveite pois esta pode ser uma oportunidade para o auto-aperfeiçoamento.
  4. Deixe de lado o que não soa como verdadeiro e não leve isso para o lado pessoal. Se a crítica realmente não parece válida, mude seu foco. Não se debruce sobre ela ou super valorize-a. Tente aceitar que elas não podem ser precisas e se concentre em seus pontos fortes. Nem toda crítica é realmente sobre você. Pode ser uma projeção da insegurança, ciúme ou infelicidade de alguém.
  5. Sinta seus sentimentos. Permita-se sentir magoado ou com raiva. Não é útil negar ou enterrar seus sentimentos. Fale sobre eles, escreva sobre eles. Enfim, ponha-os para fora de forma criativa. Depois, siga em frente.
  6. Mostre compaixão a si próprio. Além de sentir esses sentimentos difíceis, seja gentil com você mesmo. Dê-se um deleite e use diálogos internos positivos tais como, “Essa crítica dói, mas não me define.”

“Você não pode deixar elogios ou críticas chegarem até você. É uma fraqueza ser pego em qualquer um. “- John Wooden

Sua auto-estima não é determinada por quanto as pessoas gostam de você, seu trabalho ou suas escolhas. Esteja aberto para o feedback deles a seu respeito, mas também saiba que você não pode agradar a todos e que está tudo bem.


Se esse artigo foi útil, curta e compartilhe!

Queremos fazer o melhor para você. Deixe aqui a sua avaliação do nosso conteúdo!

Sobre o autor

Author Image

Marta Leite

Life and Business Coach - Harmonia Pessoal

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: