Desenvolvimento Pessoal

Extrovertido ou Introvertido? O quanto isso pode ser determinante na sua vida?

Extrovertido ou Introvertido? O quanto isso pode ser determinante na sua vida?
Author Image
Escrito por Marta Leite
Você é o tipo de pessoa expansiva, comunicativa ou é mais reservado e reflexivo? Ser Extrovertido ou Introvertido pode ser muito determinante na sua vida.

Você é o tipo de pessoa expansiva, comunicativa, que adora festas, relacionar-se e estar rodeada de amigos e que muitas vezes possui dificuldade em estar sozinha, concentrar-se e voltar-se para dentro de si? Você é Extrovertido ou Introvertido?

E você, é o tipo reservado, que pensa muito antes de falar, já foi rotulado de metido por alguns e de tímido por outros, que já se sentiu inseguro diante de uma oportunidade de trabalhar com vendas porque diz a si mesmo que jamais conseguiria vender algo porque sente dificuldade em abordar as pessoas?

“É indispensável conhecermo-nos a nós próprios; mesmo se isso não bastasse para encontrarmos a verdade, seria útil, ao menos para regularmos a vida. E nada há de mais justo.” — Blaise Pascal

Qual destas duas descrições mais se assemelha com você?

Antes de mais nada é importante dizer que não há nada de errado com nenhuma das atitudes. O que existe na verdade é a diferença entre a elas: uma atitude é a Extrovertida e a outra é a Introvertida. E é bem provável que você já tenha ouvido falar que você uma pessoa extrovertida, se você se encaixa na primeira descrição; ou que é introvertida caso você se encaixe no segundo.

Qual a diferença?

O psicólogo Carl Gustav Jung foi quem determinou a existência desse dois tipos de atitude: a Introversão e a Extroversão. O que as diferencia é que no caso da extroversão, o individuo se preocupa e canaliza sua energia para o ambiente, para o mundo externo. É aquele tipo de pessoa que se sente muito bem quando está num ambiente agitado, com outras pessoas, em grupo, fala o que pensa, dá valor ao mundo externo, foca em objetivos. Pode-se dizer de uma forma simples que os extrovertidos recarregam suas baterias(se energizam) voltando-se para o exterior com pessoas e eventos.

A introversão é o oposto da extroversão, é um indivíduo que canaliza a sua energia para o interior. Tendem a ser mais pensativos, pensam antes de falar, preferem ficar sozinhos ou com pessoas que realmente conhecem. O Introvertido vive seu mundo interno, ou seja, para ele vale muito mais o que sente diante das situações do que a situação em si. Ele foca em seu subjetivo. Contrariamente ao Extrovertido, os eventos sociais drenam a energia dos Introvertidos, por isso eles recarregam as suas baterias recolhendo-se.

Podemos mudar?

Na verdade todos nós temos as duas atitudes. Apenas, uma é mais predominante do que a outra, mas isso também não quer dizer que você possa virar de um extremo para o outro, ou seja, da introversão total para a extroversão total ou vice-versa. Na verdade trata-se de uma percepção neurológica muito enraizada. Com o passar do tempo, a maturidade e com a busca de autoconhecimento é possível que possamos fazer algumas modificações que nos ajudem a lidar melhor com as demandas da vida – apenas isso.

Mitos, vantagens e desvantagens entre as duas atitude

Os Introvertidos são muitas vezes rotulados de tímidos, enquanto os Extrovertidos são vistos como as pessoas mais sociáveis e seguras de si. Isso é mito. Há Extrovertidos que possuem inseguranças(como todos nós) e Introvertidos que dão palestra para multidões sem o menor problema.

Vamos pensar em duas situações: um vendedor Extrovertido pode conseguir mais vendas por sentir mais facilidade em abordar um cliente. Por outro lado, um vendedor Introvertido pode vender mais porque entende mais profundamente o gosto e a necessidade do seu cliente. De outra forma, um Extrovertido pode “pecar” por falar demais em um determinado momento, e o Introvertido por sua vez pensar muito e deixar de falar coisas essenciais.

Assim sendo, não há nada de errado ou nenhum tipo de vantagem ou desvantagem em uma atitude ou em outra. São a nossa psique e a forma como nos relacionamos com o mundo. A única ressalva aqui é quando, por alguma razão, tender para a extroversão ou introversão esteja sendo um fator que limite-nos de alguma forma em um determinado contexto.

No caso específico dos Introvertidos, em um mundo em que expressar ideias e falar em público é uma necessidade cada vez maior no âmbito profissional, alguns podem encontrar aí sua primeira barreira. No trabalho de Coaching as nossas preferências pessoais são identificadas e usadas para ajudar a potencializar nossas melhores capacidades. Conhecê-las e usá-las como recurso pode ser determinante para o nosso sucesso.

Para saber mais sobre como saber o seu Tipo Psicológico pode ajudá-lo, clique aqui!


Referências:

– Sociedade Brasileira de Coaching – www.sbcoaching.com.br

– Site Psicologia MSN – www.psicologiamsn.com.br

– Personality Max – www.personalitymax.com 


Se esse artigo foi útil, curta e compartilhe!

Queremos fazer o melhor para você. Deixe aqui a sua avaliação do nosso conteúdo!

Sobre o autor

Author Image

Marta Leite

Life and Business Coach - Harmonia Pessoal

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: