Motivação

Motivação: e quando ela resolve “dar um passeio”?

Author Image
Escrito por Marta Leite

“As pessoas costumam dizer que a motivação não dura sempre. Bem, nem o efeito do banho, por isso recomenda-se diariamente.” –Zig Ziglar

Motivação é um dos ingredientes fundamentais para tudo o que vamos fazer. Em muitos momentos na nossa vida, por mais empenhados e internamente motivados que sejamos, é normal que ela decida “dar um passeio” e nos deixe em um estado de letargia e até desânimo. E esse estado é um prato cheio para a procrastinação. Por outro lado, esses momentos de desânimo fazem parte da jornada de qualquer pessoa e de qualquer percurso em busca de metas. É importante perceber isso e não se deixar abater.

Algumas ações conscientes sobre esse momento podem nos ajudar a ganhar “alma nova” e seguir andando.

Lembre-se dos seus sucessos

Quando perdemos a motivação é fácil nos pegarmos pensando sobre os nossos insucessos. Desta forma podemos entrar em um tipo de retrocesso que em nada nos pode ajudar.

Então, em vez disso, sente-se com os olhos fechados durante três minutos e só lembre-se dos seus sucessos. Verá que existem muitas coisas positivas e conquistas que já são parte do seu caminho. Pode lembrar também de como conseguiu se re-motivar quando teve outras quedas. Tendemos sempre para o negativo e lembrar e reforçar o positivo é sempre um exercício a mais a ser feito – e certamente resultará em inspiração e motivação.

Faça as perguntas certas

Como você percebe o que está fazendo ou está prestes a fazer faz uma enorme diferença. A maneira positiva e construtiva de olhar as coisas energizam e inspiram. Isso torna mais fácil continuar mesmo quando batem os bloqueios. Boas questões podem trazer respostas e opções.

Então, pergunte a si mesmo perguntas como:

Como posso estar criando essa situação(desmotivação)?

Existe algo mais sobre esta situação?

O que pode ser uma oportunidade nesta situação?

Como posso resolver isso e qual é o próximo passo – pequeno que seja – que eu possa tomar para me motivar?

Mova-se a partir das respostas

Nos sentir desmotivados e ainda ter que nos perguntar sobre por quanto dela somos responsáveis não parece ser a melhor das ideias. Pode ser até frustrante, uma vez que a maioria de nós acha que motivação é algo com o que somos agraciados(às vezes uns mais do que outros), e que ela estará em tempo integral a animar todos os nossos santos dias. Mas não. Não é assim que a motivação funciona. Nesse aspecto, as perguntas nos põem diante da realidade e nos convidam para a ação. Ouça o que as respostas lhe dizem, conscientize-se do seu poder sobre ela e mova-se novamente. Faça algo, por pequeno que seja, recomece de onde parou, reanime-se…

Não importa quão extrínseca ou intrínseca seja o sua motivação, na maior parte do tempo ela estará mais nas suas mãos do que você pensa. Logo, é da sua atitude que ela depende. Portanto, nos momentos em que acha que ela se foi, cabe a você trazê-la de volta.


Se esse artigo lhe foi útil, curta e compartilhe.

Queremos fazer o melhor para você. Deixe aqui a sua avaliação do nosso conteúdo!

Sobre o autor

Author Image

Marta Leite

Life and Business Coach - Harmonia Pessoal

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: